LIMA BARRETO E A CRISE REPUBLICANA

Valdemar Valente Junior (Universidade Castelo Branco)

Resumo


Este texto tem como objetivo a abordagem de aspectos da obra de Lima Barreto, a partir de sua relação com o clima de instabilidade política e social da Primeira República. O atraso brasileiro e a necessidade de inserção do país no âmbito das transformações inerentes ao capitalismo mundial marcam o lugar e a condição social de que Lima Barreto é porta-voz. Desse modo, os fragmentos coletados a sua escrita se fazem oportunos como elementos destoantes com relação ao que representa a literatura e seu espaço de afirmação hegemônica do poder. Por conta disso, recorremos à aplicação dos postulados de uma teoria crítica da modernidade brasileira capaz de dar conta dos conflitos sociais e políticos que marcam a presença de sua obra. Ao inserir-se na contramão dos fatos, negando por completo a ideologia dominante, sua escrita situa-se como ferramenta de combate aos aspectos meramente decorativos da literatura que predominam no ambiente cultural e político de seu tempo. Por sua vez, os resultados alcançados visam a formulação de um corpus de estudos que compreenda a concepção de uma sociedade, bem como de uma cultura brasileira moderna em seus primeiros instantes de afirmação.


Referências


ARAÚJO, Rosa Maria Barboza de. A vocação do prazer: a cidade e a família no Rio de Janeiro republicano. Rio de Janeiro: Rocco, 1993.

BARRETO, Lima. Numa e a ninfa. Rio de Janeiro: Garnier, 1989.

______. Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá. Rio de Janeiro: Garnier, 1990.

______. Vida urbana. São Paulo: Brasiliense, 1956.

BENCHIMOL, Jaime Larry. Pereira Passos: um Haussmann tropical: a renovação urbana da cidade do Rio de Janeiro no início do século XX. Rio de Janeiro: Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes, 1992.

BROCA, Brito. A vida literária no Brasil: 1900. Rio de Janeiro: José Olympio, Departamento de Cultura da Guanabara, 1975.

CARVALHO, José Murilo de. Os bestializados: o Rio de Janeiro e a República que não foi. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de. Lima Barreto e o fim do sonho republicano. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1995.

______. Trincheiras de sonho: ficção e cultura em Lima Barreto. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1998.

SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. São Paulo: Brasiliense, 1995.


Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo:



 

Outros Indexadores e Bancos de Dados:


Library of Congress

Sudoc - Système Universitaire de Documentation

Copac – United Kingdom

Bielefeld Academic Search Engine

CRUE / REBIUN - Catálogo de la Red de Bibliotecas Universitarias

 

Google Analytics UA-142181466-1

Macabéa – Revista Eletrônica do Netlli está avaliada no extrato B2, no QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016, na área de LETRAS/LINGUÍSTICA.