A REITERAÇÃO COMO FATOR DE COMPREENSÃO DA EPIFANIA EM “OS LAÇOS DE FAMILIA”: UM ESTUDO SOB A PERSPECTIVA DA SEMIÓTICA PEIRCIANA

Cassio Murilio Alves de Lavor (UECE), Teresinha Penaforte Vieira (UECE), Rakel Beserra de Macedo Viana (UECE)

Resumo


O presente artigo relata uma análise do conto Os Laços de Família de Clarice Lispector sob a perspectiva da semiótica peirceana e tem por objetivo demonstrar que a psique das personagens é definida pela figura de estilo reiteração e que a compreensão do momento de epifania somente é possível focalizando os signos constituídos pela repetição dos enunciados que mostram as ações e sensações dessas personagens via fluxo da consciência. Trata-se de um estudo descritivo qualitativo cujo corpus é formado pelo conto Os laços de família, do qual, foram analisados trechos, destacando as figuras de estilo e o fenômeno da epifania. Da análise demonstrou-se que as várias ocorrências de reiterações no conto podem ser interpretadas como signos que evocam as situações inquietantes e as realidades sufocadas das personagens.


Referências


BARROS, Camila Monteiro de. Informação musical: análise semiótica da experiência de não especialistas em música e as implicações teóricas na Organização do Conhecimento. 283 f. (Tese de Doutorado) Pós-Graduação em Ciência da Informação - Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Florianópolis-SC, 2017. Disponível em: . Acesso em: 14 ago. 2017.

CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar. Português: Linguagens, Volume único, 4 ed. São Paulo: Atual, 2013.

GAMBARATO, Renira Rampazzo. O Desenho do Processo: Comunicação e Semiótica em Design. 209 f. (Dissertação de Mestrado) Mestrado em Comunicação e Semiótica. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP, São Paulo, 2002. Disponível em: < https://talkingobjects.files.wordpress.com/2011/06/dissertrenirameu.pdf>. Acesso em: 14 ago. 2017.

GARCIA, Afrânio. Figuras de Linguagem e Ensino. Disponível em: . Acesso em: 12/08/17

JOLY, Martine. Introdução à análise da imagem. Campinas, SP: Papirus, 1996.

LISPECTOR, Clarice. Os Laços de Família. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

MACHADO, Sônia Maria. O Fluxo da Consciência e o Tempo em A Maçã no Escuro. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis-SC, 1981.

MOISÉS, Maussaud. Dicionário de Termos Literários. 12 ed. rev. ampl. São Paulo, Cultrix, 2004.

NÖTH, Winfried. Panorama da semiótica: De Platão a Peirce. 1ª ed., São Paulo: Annablume, 1995.

PEIRCE, Charles Sander. Semiótica e Filosofia. São Paulo, Ed. Cultrix, 1975.

PEIRCE, Charles Sanders. A Manifestação da Primeiridade. In: Fenomenologia. Col. Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. 2ª ed., São Paulo: Perspectiva, 1995.

PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 2005.

SANTAELLA, Lucia. O que é Semiótica?. Coleção Primeiros Passos, Ed. Brasiliense, 1983.

SANTAELLA, Lucia. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005.

SANTAELLA, Lucia. Produção de linguagem e ideologia. São Paulo: Cortez, 1996.

SANT’ANNA, Affonso Romano de. Análise Estrutural de Romances Brasileiros. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 1973.


Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo:




Outros Indexadores e Bancos de Dados:


Library of Congress

Sudoc - Système Universitaire de Documentation

Copac – United Kingdom

Bielefeld Academic Search Engine

CRUE / REBIUN - Catálogo de la Red de Bibliotecas Universitarias

 

Google Analytics UA-142181466-1

Macabéa – Revista Eletrônica do Netlli está avaliada no extrato B2, no QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016, na área de LETRAS/LINGUÍSTICA.