SILENCIAMENTO EM VIDAS SECAS: O “EU” QUE SE CALA DIANTE DA OPRESSÃO

Gabriela Pacheco Amaral (UFMG)

Resumo


Este trabalho busca analisar a multiplicidade de vozes que surgem nos desdobramentos dos “eus” e no silenciamento do personagem Fabiano, do romance, Vidas Secas (1938) de Graciliano Ramos.  Buscaremos compreender as vozes ideológicas, morais e/ ou não morais que constituem as formações discursivas e que podem contribuir para o silenciamento, conforme Orlandi (2007), de Fabiano na trama narrativa.


Referências


BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 1994.

CANDIDO, Antonio. Ficção e Confissão: ensaios sobre Graciliano Ramos. 3 ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre azul, 2006.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 11 ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

MACHADO, Ida Lucia. Percursos de vida que se entremeia a percursos teóricos. In: SANTOS, S.P. & MENEZES, W. A. Discurso, Identidade, Memória. Fortaleza: Expressão Gráfica Editora, 2015, p. 83-96.

MARINHO, Maria Celina Novaes. Transmissão do discurso alheio e formas de dialogismo em Vidas Secas, de Graciliano Ramos. In: BRAIT, Beth. Bakhtin, dialogismo e construção do sentido. Campinas. SP: Editora da UNICAMP, 1997, p. 249 – 259.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 3 ed. Campinas, SP: Pontes, 2001.

_______. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. 6 ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2

RAMOS, Graciliano. Vidas secas. 114ª ed. Rio de Janeiro: Record, [1938] 2010.


Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo:




Outros Indexadores e Bancos de Dados:


Library of Congress

Sudoc - Système Universitaire de Documentation

Copac – United Kingdom

Bielefeld Academic Search Engine

CRUE / REBIUN - Catálogo de la Red de Bibliotecas Universitarias

 

Google Analytics UA-142181466-1

Macabéa – Revista Eletrônica do Netlli está avaliada no extrato B2, no QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016, na área de LETRAS/LINGUÍSTICA.