AS FACES DE ROBERVAL PEREYR: ENTRE AUTOBIOGRAFIA E AUTORRETRATO POÉTICO

Almi Costa dos Santos Junior (UESC), Cristiano Augusto da Silva (UESC)

Resumo


O presente artigo tem por objetivo identificar como os textos de Roberval Pereyr se configuram como poemas autobiográficos ou autorretratos poéticos. Para isso, observaremos como a poesia se insere no espaço autobiográfico em confronto com uma abordagem que tem base nos estudos interartes, discutindo o autorretrato na pintura como uma possibilidade de leitura de textos poéticos. Este estudo encontra aporte teórico em LEJEUNE (2008), ARFUCH (2010) e CLARK (2007). A metodologia utilizada é bibliográfica e consiste no levantamento de autorretratos da pintura que explorem as principais técnicas do gênero. O corpus deste artigo é composto pelos poemas “Prelúdio” e “Cantiga de mal saber”, do poeta baiano Roberval Pereyr. A análise dos textos selecionados permitiu identificar que alguns poemas, apesar de serem sobre o próprio poeta, não são necessariamente autobiográficos e que eles podem ter traços mais próximos ao autorretrato da arte pictórica, o que sugere uma relação interartísticas entre poesia e pintura que possibilita a leitura e compreensão do que chamamos de autorretrato poético.

Palavras-chave


Poesia; Estudos Interartes; Autorretrato poético.

Referências


ANDRADE, Carlos Drummond de. Alguma poesia. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

ARFUCH, Leonor. O espaço biográfico: dilemas da subjetividade contemporânea. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2010.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

CLARK, Timothy James. Modernismos: ensaios sobre política, história e teoria da arte. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

Couto, Mia. Raiz de orvalho e outros poemas. Alfragide: Caminho, 1999.

HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: UFMG; Brasília: Representação da UNESCO no Brasil, 2003.

LEJEUNE, Philippe. O pacto autobiográfico: de Rousseau à internet. Belo Horizonte: UFMG, 2008.

MARTELO, Rosa Maria. Em parte incerta: estudos da poesia portuguesa moderna e contemporânea. Porto: Campo das Letras, 2004.

MEIRELES, Cecília. Antologia poética. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

PEREYR, Roberval. A unidade primordial da lírica moderna. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2012.

______. Concerto de ilhas. Campinas: Versal Casa de Livros, 1998.

SOUZA, Tiago Barbosa. A performance na cantoria nordestina e no slam. 2011. 137 f. Dissertação (Mestrado em Literatura Comparada) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.

TAVARES, Braulio. Cantoria: regras e estilos. Olinda: Casa das Crianças de Olinda, s.d. (folheto).


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo:



 

Outros Indexadores e Bancos de Dados:


Library of Congress

Sudoc - Système Universitaire de Documentation

Copac – United Kingdom

Bielefeld Academic Search Engine

CRUE / REBIUN - Catálogo de la Red de Bibliotecas Universitarias

 

Google Analytics UA-142181466-1

Macabéa – Revista Eletrônica do Netlli está avaliada no extrato B2, no QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016, na área de LETRAS/LINGUÍSTICA.