MEMORIAL DE FORMAÇÃO COMO GÊNERO DO DISCURSO: PRODUTO DE TROCAS INTERACIONAIS EM CONTEXTOS DE FORMAÇÃO CONTINUADA

Ester Maria Figueiredo Souza (UESB), Leidiane Santos Dourado (UESB)

Resumo


Este trabalho discute o potencial do memorial de formação no processo de formação continuada de docentes da educação básica. Tomamos como matéria para análise quatro memoriais produzidos por alunas/professoras do Curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Irecê, entre os anos de 2008 e 2011. Nosso foco é o de analisá-los em sua constituição de tema, forma composicional e estilo. Essa investigação tem como base a Teoria Dialógica da Linguagem de Mikhail Bakhtin, sobretudo o conceito de gêneros do discurso. Adotamos como percurso de análise a ordem metodológica proposta por Bakhtin/Volochínov (2010). Os resultados indicam que o memorial de formação se configura como um gênero discursivo em que os sujeitos expõem sua formação profissional entremeada com as vivências e experiências da vida cotidiana, possibilitando assim, a ressignificação da prática em sala de aula.

PALAVRAS-CHAVE: Dialogismo. Gênero do Discurso. Linguagem.

 

Abstract

 

This paper discusses the potential of a memorial in formation in the continuing education process by teachers from elementary school. We took as our material for analysis four memorials produced by students/teachers from the Pedagogy program at the Federal University of Bahia in partnership with Irecê City Department of Education , between 2008 and Macabéa – Revista Eletrônica do Netlli | V. 3, N. 2, p. 37-56, jul.-dez. 2014 2011. Our focus is to analyze them according to the manner in which the subject was constituted, its compositional form and style. This research is based on Language Dialogic Theory by Mikhail Bakhtin, especially about the concept of speech genres. We adopted the methodological order proposed by Bakhtin/Volochínov (2010) as an analytical route. The results indicate that the memorial of formation is configured as a discursive genre in which the subjects expose their vocational training with the experiences of everyday life. Thus, it enables a redefinition of the practice in the classroom.

KEYWORDS: Dialogism. Genre of speech. Language.


Referências


ARAÚJO, Maria de Fátima; GASPAR, Mônica Maria Gadêlha de Souza; PASSEGI, Maria da

Conceição. Memorial – Gênero textual (Auto) biográfico. In: SIGET – Simpósio Internacional de

Estudos de Gêneros Textuais, 6, 2011, Natal. Anais... Natal: UFRN, 2011. p. 1-13.

BAKHTIN, Mikhail (VOLOCHÍNOV). Marxismo e Filosofia da Linguagem: problemas

fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. 14. ed. Tradução de Michel

Lahud e Iara Frateschi, São Paulo: Hucitec, 2010.

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. In: ______. Estética da criação verbal. 6. ed.

Tradução de Paulo Bezerra . São Paulo: Martins Fontes, 2011. p. 261-306.

BRAIT, Beth (Org.). Bakhtin: conceitos-chave. São Paulo: Contexto, 2005.

CEREJA, William. Significação e tema. In: BRAIT, Beth (Org.). Bakhtin: conceitos-chave. São

Paulo: Contexto, 2005. p. 201-220.

LARROSA, Jorge. Notas sobre experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de

Educação, São Paulo, n. 19, p. 20-28, jan.-abr. 2002.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Mediação biográfica: figuras antropológicas do narrador e do

formador. In: PASSEGGI, Maria da Conceição; BARBOSA, Tatyana Mabel Nobre (Org.).

Memórias, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008.

p. 43-58.

PRADO, Guilherme; SOLIGO, Rosaura. Memorial de formação: quando as memórias narram a

história da formação.... In: PRADO, Guilherme; SOLIGO, Rosaura (Org.). Porque escrever é

fazer história: revelações, subversões, superações. Campinas, SP: Graf, 2005. p. 47-62.

REZENDE, Maria Rita Oliveira Pereira. Memorial de formação: Revivendo o passado e o

presente com o olhar projetado para o futuro. Universidade Federal da Bahia: Irecê, 2011.

RIBAS, Elizabete Rodrigues Novais. Revivendo Memórias com Lembranças. Universidade

Federal da Bahia: Irecê, 2011.

Macabéa – Revista Eletrônica do Netlli | V. 3, N. 2, p. 37-56, jul.-dez. 2014

RIBEIRO, Pollyanne Bicalho. O discurso docente (re)velado no gênero memorial. 2008. 288f. Il.

Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2008.

SANTOS, Mere Márcia Alves de Almeida. Lembranças e experiências. Universidade Federal da

Bahia: Irecê, 2011.

SARTORI, Adriane Teresinha. Os professores e sua escrita: o gênero discursivo “memorial de

formação”. 2008. 200f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Universidade Estadual de

Campinas, Campinas, SP, 2008.

SARTORI, Adriane Teresinha. O memorial de formação e a graduação de (futuros) professores.

SCRIPTA, Belo Horizonte, v. 15, n. 28, p. 267-284, 1º sem. 2011.

SOBRAL, Adail. Do dialogismo ao gênero: as bases do pensamento do círculo de Bakhtin.

Campinas, SP: Mercado de Letras, 2009.

SOUZA, Nubianei Oliveira da Silva. Memorial: narrando minha história de via. Universidade

Federal da Bahia: Irecê, 2011.

UFBA/FACED. Disponível em:

Acesso em: 16 abr. 2014.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo:



 

Outros Indexadores e Bancos de Dados:

Library of Congress

 

Sudoc - Système Universitaire de Documentation

 

Copac – United Kingdom

 

Bielefeld Academic Search Engine

 

CRUE / REBIUN - Catálogo de la Red de Bibliotecas Universitarias

 

Google Analytics UA-142181466-1

Macabéa – Revista Eletrônica do Netlli está avaliada no extrato B2, no QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016, na área de LETRAS/LINGUÍSTICA.