“Criança de pé no chão aqui não pode estudar”: uma análise discursiva de Cidadão na constituição da sociedade brasileira

Carla Cassiano de Almeida, Nádia Dolores Fernandes Biavati

Resumo


Em diálogo direto com as Teorias Críticas da Cultura, o presente trabalho parte de uma perspectiva construtivista de sociedade e de cultura. Propomos questionar, por via da Análise Crítica do Discurso, a letra da canção Cidadão, composta por Lúcio Barbosa e gravada por Zé Geraldo. Compreendemos, a partir da Teoria da Estruturação, de Anthony Giddens (2003), o modo como se constitui a sociedade e como as práticas sociais são ordenadas no tempo e no espaço. Além disso, partimos da noção de cultura que, mesmo em sua complexidade terminológica, pode ser entendida como um modo de significação de um coletivo manifesto por suas coesões e incongruências. Tal processo se manifesta no discurso, que compreende, segundo Fairclough (2001), o uso da linguagem como prática social que significa o mundo. Com esses pontos em mente, lançamos mão da proposta de Fairclough (2001) e de alguns conceitos base deste trabalho, como os significados: acional, representacional e identificacional, a intertextualidade e alguns procedimentos para a análise textual, bem como o quadro tridimensional como aporte para a análise discursiva da letra da canção em estudo. Desse modo, conceitos que emergem das práticas sociais a partir de movimentos no corpo da letra da canção possibilitam identificar o agente, que dentro do modelo de estratificação, dialoga com os conceitos de cognoscitividade e consciência discursiva, propostos por Giddens (2003). Assim, além desses conceitos, outros pontos da teoria desse sociólogo refletem e reconstituem os padrões históricos sociais mais amplos de exclusão presentes em Cidadão, considerando o modo como o eu lírico se manifesta, por vezesrevoltado, por vezes resignado à condição de excluído.


Referências


ALVES, P. C. Origens e constituição científica da cultura. In: ______. (Org.). Cultura: múltiplas leituras. Bauru, SP: EDUSC; Salvador: EDUFBA, 2010. p. 21-48.

FAIRCLOUGH, N. Analysing discourse: textual analysis for social research. London: Routledge, 2003.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Tradução de Izabel Magalhães. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001.

GIDDENS, A. A constituição da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

TINHORÃO, J. R. História social da música popular brasileira. São Paulo: Editora 34, 1998.

TYLOR, E. B. A ciência da cultura. Rio de Janeiro: Expresso Zahar, 2014.

ZÉ GERALDO. Cidadão. 1979. Disponível em: . Acesso em: 28 jun. 2019.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016B2 - ÁREA DE LINGUÍSTICA E LITERATURA

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo: