Caracterização Dos Casos De Queimaduras Infantis Em Hospital Materno-Infantil De Referência Municipal

Altamira Noádia Barbosa Cartaxo, Ana Maria Parente Garcia Alencar, Karla Jimena Araújo de Jesus Sampaio, Joseph Dimas de Oliveira

Resumo


O presente trabalho é um estudo documental, retrospectivo, com abordagem quantitativa, que teve como objetivo caracterizar os casos de queimaduras infantis em um hospital materno-infantil na cidade de Juazeiro do Norte, Ceará, nos meses de janeiro a dezembro de 2007. A amostra  constituiu-se de 38 prontuários de crianças na faixa etária de 0 a 9 anos. Os dados foram coletados através de um formulário e analisados por meio da estatística descritiva. Identificou-se que 23 (61%) eram meninos e 15 (39%) meninas; 9 (23%) na faixa etária de 1 ano; 34 (89%) dos acidentes ocorreram  no domicílio e  4 (11%) em local indeterminado; os agentes causais principais foram a água fervente com 11 casos (28%) e o café quente com 9 ocorrências (24%). Encontraram-se 18 casos (48%) de pequenos queimados e 35 (92%) casos de queimaduras de segundo grau.  Os resultados indicam que os acidentes infantis podem ser prevenidos a partir de orientações adequadas e direcionadas aos cuidadores.

Palavras-chave


queimaduras; infância; acidentes.

Texto completo: PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .