AVALIAÇÃO DE ERROS DE MEDICAÇÃO ESTUDO DE CASO COM PROFISSIONAIS DA SAÚDE DE CAJAZEIRAS-PB.

Juliana Saraiva de Alencar, Lorena Saraiva de Alencar, Joseana Maria Saraiva, Gilberto Santos Cerqueira

Resumo


Os erros de medicação fazem parte da realidade mundial e estão presentes nas instituições de saúde e chegam a acometer tanto o setor público quanto privado. Sua ocorrência causa sérios problemas aos pacientes, desde incapacidades até a morte. O objetivo deste trabalho foi identificar as causas e fatores que contribuem para ocorrência de erros de medicação em instituição hospitalar pública. Foi realizado um estudo exploratório descritivo, com abordagem qualitativa em um hospital público da cidade de Cajazeiras-PB. Para coleta de dados foi utilizado um questionário estruturado, com questões abertas e fechadas, nas questões abertas foi utilizado um gravador digital. Após as gravações, as entrevistas foram transcritas. A amostra foi composta por 34 profissionais de enfermagem. Para análise dos dados foi utilizada a metodologia de Trivinos (2006). Os resultados apresentados mostram que a maioria dos entrevistados são do sexo feminino, com faixa etária predominante entre 20 e 29 anos, com tempo de trabalho menor que 2 anos (44,1%), 44,1% apresentam o 2º grau completo e 76,4%  com renda entre 1 a 3 salários. Para grande parte dos entrevistados, o erro de medicação está associado à ilegibilidade da caligrafia médica, sobrecarga de trabalho e falta de conhecimento teórico e prático. A caligrafia médica nas prescrições dificulta o trabalho da enfermagem, o que torna necessária uma modificação no sistema, a partir do uso de prescrições eletrônicas, maior contratação de profissionais, realização de cursos de reciclagem, todas estas medidas tomadas com o objetivo de reduzir ou prevenir os erros.


Palavras-chave


Erro, Medicação, Enfermagem.

Texto completo: PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .