A Revista Cadernos de Cultura e Ciência é de caráter nacional e multidisciplinar, cadastrada com o ISSN 1980-5861.

Comentários do leitor

Habile

por Brittny Bracewell (2019-08-15)


Trabalhadores desaprovam terceiriza\u00e7\u00e3o da atividade-fim ...Os funcionários terceirizados não são subordinados a empresa contratante, e por isso não podem fazer ocupações relacionadas ao objetivo social da empresa, cabendo unicamente cumprir atividades descritas no contrato de trabalho com empresa contratada.

Há muitas muitos anos, diversas empresas utilizam a terceirização como utensílio de produção. Com a aprovação da Terceirização da atividade fim, os recursos humanos terceirizados não perderão seus ditos direitos trabalhistas, porque ainda terão vínculo empregatício com a empresa contratada para a prestação de serviços. E isso significa que, eventuais irregularidades trabalhistas deverão ser cobradas da empresa contratada e, caso esta não tenha recursos para arcar com a multa estabelecida, subsidiariamente, deverá arcar empresa que contratou a prestação de serviços.

Antes de terceirizar" toda a sua força de trabalho é essencial se constatar a várias questões. Embora agora seja possível contratar prestadores para uma atividade término, se houver subordinação, habitualidade e pessoalidade do trabalhador, gênero de de contrato ainda deverá ser CLT. Este ponto não foi modificado e representa um extensa risco de uma terceirização desenfreada".

Na procura por fazer um trabalho que satisfaça a contratante, horas-extra não remuneradas e descanso canceladas são certos patrimônio utilizados. profissional terceirizado conclui sendo mas vulnerável às pressões da empresa contratante, também pelo fato de que a sua relação com a contratante se entregar em termos de prestador-usuário e não de fucnionário-patrão. Ele não pode, por exemplo, recorrer ao RH da contratante para relatar uma questão de assédio moral. E RH da terceirizada — quando existe — não costuma fazer isso por ele.

Segundo grandes empresas e a associação de companhias que prestam serviços terceirizados, não há expectativa de aumento no uso do expediente no pequeno prazo. Representantes dos staff argumentam que a lei deve provocar precarização no mercado de trabalho. My weblog :: Terceirização de auxiliares Empresários, por sua vez, defendem que a legislação promoverá maior formalização e mais empregos.

A contratada neste caso é especializada em selecionar agilmente a mão-de-obra e dirigir a nível administrativo tais funcionários. dispêndio deste serviço é mas claro para tomador visto a suporte de calculo ser os salários destes funcionários, levando também a um dispêndio menor que a terceirização do serviço.

Altera dispositivos da Lei n 6.019, de 3 de janeiro de 1974, que dispõe sobre trabalho temporário nas empresas urbanas e dá outras providências; e dispõe sobre as relações de trabalho na empresa de prestação de serviços a terceiros. Imagine manter todos os seus gestores e equipes trabalhando 100% no chamado core business (a principal função da empresa) e não desperdiçar tempo com serviços intermediários? Ao optar por um serviço terceirizado empresário vai estar optando pela dedicação ao seu negócio sem distração, segurando as recursos muito alinhadas.

Há quem discordante. À Dependência Brasil, presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Localidade - São Paulo (TRT-2), Wilson Fernandes, defendeu que a terceirização deixa a precarização do trabalho. Se empresa terceiriza um trabalho, ela dispensa 10 equipe e contrata por companhia terceirizada outros dez para fazer trabalho daqueles, e porque razão ela faz isto? Porque vai transpor mas barato para ela. Se vai trespassar mais barato para ela, de onde sai a diminuição de dispêndio? Do pagamento do trabalhador, obviamente", afirmou.

Atividade fim n\u00e3o \u00e9 pressuposto de terceiriza\u00e7\u00e3o il\u00edcita ...A lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017, conhecida como a Reforma Trabalhista, complementa a regulamentação da terceirização no Brasil. Esta reforma proíbe companhia de destituir seus funcionários e contratá-los novamente por intermédio de companhia terceirizada, por no mínimo 18 meses.

Há uma confusão bastante extensa, as pessoas acreditam que terceirizado é informal, porém não é. terceirizado possui carteira de trabalho assinada e todos e cada um dos direitos trabalhistas", afirma Hélio Zylberstajn, professor da Universidade de São Paulo. A diferença é que trabalhador terá a carteira assinada pela empresa prestadora de serviços e não mais pela companhia para a que trabalharia diretamente.

Há varias vários anos, diversos empresas utilizam a terceirização como instrumento de produção. A convergência da atenção para os serviços da empresa é um bom quesito na hora de resolver optar ou não pela terceirização de uma atividade. Tal convergência acontece em razão de, quando se contrata um serviço terceirizado, as preocupações com serviços secundários são eliminadas. De forma, se transforma em possível vigilar toda a vigor e dedicação de tempo da empresa para retornar para as áreas de atuação do próprio negócio.

Aliás, sejamos sinceros, da mesma forma esta segunda empresa busque um lucro de $ 20 ( que fará com que seu custo de contratação pela primeira empresa seja igual ao dispêndio de produção desta primeira empresa), nada obstante valerá a pena para a primeira empresa terceirizar: no mínimo, ela terá menos dor de cabeça com ameaças de processos trabalhistas de empregados de suas fábricas de mantimentos.



ISSN: 1980-5861