A Construção do Olhar e a Renovação dos Modos de Ver a Xilogravura de Cordel

sandra nancy bezerra

Resumo


O artigo discorre sobre alguns resultados da tese de doutoramento intitulada “Do Cariri para o mundo: a musealização da xilogravura do cordel e os sentidos da arte popular no Brasil (1955-1965)”, apresentada junto ao programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal Fluminense UFF – Doutorado Interinstitucional - DINTER mantido mediante convênio entre a UFF e a Universidade Regional do Cariri URCA. Trata do percurso de valorização da xilogravura popular e seu reconhecimento enquanto arte a partir da coleção de xilogravuras do Museu de Arte da Universidade do Ceará, inaugurado em 1961. O estudo insere-se no âmbito da História Cultural e está fundamentado no conceito de Cultura Visual, por meio do qual - aborda a xilogravura como artefato que ganha significado por sua inserção e participação num contexto de relações sociais e no conceito de Musealização, que - permite entender a construção de sentidos e renovação dos modos de ver a xilogravura -, nos remetendo para um conjunto de indagações pouco exploradas na produção historiográfica da região do Cariri.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.