UMA LEITURA RESPONSIVA DO FILME "O OPERÁRIO"

Francisco de Freitas Leite, Alexandre Santabaya, Thaís Alexandre Mendes, Renata Rodrigues dos Santos, Wellington Carlos Silva Oliveira (URCA)

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar uma leitura (no sentido de compreensão responsiva, em termos bakhtinianos) do filme O operário (lançado em 2004). O foco de atenção está voltado para as relações dialógicas existentes neste longa-metragem com a obra literária de Dostoiévski e para o valor estético de tais diálogos na construção de sentido deste filme. O aporte teórico empreendido nesta leitura tem como base Bakhtin (2010, 2011a, 2011b) e Brait (2011), com destaque para as noções de responsividade e diálogo citacional. O arremate da leitura aponta na direção de se compreender o diálogo citacional como recurso artístico, a partir da maneira como tal diálogo ocorre na constituição da obra cinematográfica O operário.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016B2 - ÁREA DE LINGUÍSTICA E LITERATURA

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo: