A opacidade dos limites entre utopia e distopia em As cidades invísiveis, de Italo Calvino

Evanir Pavloski, Allan Motta de Lima

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo fazer uma análise das figurações utópicas e distópicas presentes no livro As Cidades Invisíveis, de Italo Calvino. O autor utiliza descrições de cidades ficcionalmente apresentadas pelo viajante Marco Polo ao imperador Kublai Khan como forma de refletir sobre aspectos e tendências das organizações sociais humanas. Pela perspectiva crítica a ser desenvolvida, a partir dessas cidades são descritos modelos utópicos supostamente perfeitos e estruturas distópicas aparentemente terríveis. Nessas figurações, as discussões alguns aspectos estruturais, ideológicos e culturais podem ser atualizados no mundo contemporâneo. Assim, objetivamos analisar a significação mais profunda do utopismo em Calvino, o que nos levará a reconhecer na obra mais do que um arquétipo do gênero literário utópico, mas a expressão de uma sensibilidade sociopolítica em diálogo com a idealização utópica e seus limites com a distopia.

Referências


BAUMAN, Z. Vida líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

BERLIN, I. Limites da utopia: capítulos da história das idéias. São Paulo: Companhia das Letras: 1991.

CALVINO, I. As cidades invisíveis. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

CALVINO, I. Assunto encerrado: discurso sobre literatura e sociedade. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

CALVINO, I. Mundo Escrito e Mundo não escrito – Artigos, conferências e entrevista. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

CIORAN, E. História e utopia. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.

ELIOT, R. C. The Shape of utopia: studies in a literary genre. Chicago: University of Chicago Press, 1970.

HUXLEY, A. Admirável mundo novo. São Paulo: Globo, 2009.

MANNHEIM, K. Ideologia e Utopia. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1968.

MORA, T. A viagem e a utopia da arquitectura social da razão. In: MORUS – Utopia e Renascimento, nº 07, UNICAMP, 2010, p. 121-144.

PAVLOSKI, E. 1984: a distopia do indivíduo sob controle. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2014.

SZACHI, J. As Utopias ou a Felicidade Imaginada. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1972.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016B2 - ÁREA DE LINGUÍSTICA E LITERATURA

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo: