Ouro dentro da cabeça e outros cantos: a escrita artesanal de Maria Valéria Rezende entre o juvenil e o adulto

Iara de Oliveira

Resumo


Ainda não é um consenso o que caracteriza a literatura juvenil e o que a difere da literatura para adultos. E, apesar do campo literário juvenil ser um elemento da cultura com autonomia, esse é pouco explorado pela academia, o que colabora para a permanência equivocada do estigma de uma “literatura menor”. Com o interesse de desestabilizar tal adjetivo depreciativo, este artigo pretende analisar e comparar a obra juvenil Ouro dentro da cabeça (2012) à obra adulta Outros cantos (2016), ambas de Maria Valéria Rezende. Isso, a fim de evidenciar e compreender as diferenças na produção de Rezende ao vislumbrar o público leitor. O cotejo dessas obras possibilitará salientar algumas especificidades da literatura juvenil para esta escritora.

 


Referências


ARIÉS, Philippe. História Social da Criança e da Família. trad. FLAKSMAN, Dora. 2ª ed. Rio de Janeiro: LTC, 2011.

BARONI, Fernanda. Bartolomeu Campos de Queirós: entrevista 1. Entretextos, Teresina, fev. 2012. Disponível em: http://www.portalentretextos.com.br/noticias/bartolomeu-campos-dequeiros-entrevista-l,1411.html. Acesso em: 29 jan. 2019.

BRITTO, Luiz Percival Leme. Ao revés do avesso - leitura e formação. São Paulo: Pulo do gato, 2015.

CECCANTINI, João Luís Cardoso Tápias. Uma estética da formação: Vinte anos de literatura juvenil brasileira premiada (1978-1997). 2000. Tese de Doutorado. Assis, São Paulo – UNESP.

COLOMER, Teresa. A formação do leitor literário: narrativa infantil e juvenil atual. São Paulo: Global, 2003.

COLOMER, Teresa. Introdução à literatura infantil e juvenil atual. São Paulo: Global, 2017.

CRUVINEL, Larissa Warzocha Fernandes. Narrativas juvenis: em busca da especificidade do gênero. In: FERREIRA, Rony Márcio Cardoso (org.). Literatura infantojuvenil. Campo Grande: Ed. UFMS, 2013.

DANTAS, Anna Ruth. Ana Maria Machado: “Escrevo de tanto que eu já li”. Tribuna do Norte, Natal, 2010. Disponível em: http://tribunadonorte.com.br/noticia/ana-maria-machado-escrevo-de-tanto-que-eu-jali/138505. Acesso em: 29 jan. 2019.

HUNT, Peter. Crítica, teoria e literatura infantil. Tradução de Cid Knipel. Ed. rev. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

LAJOLO, Marisa; ZILBERMAN, Regina. Literatura infantil brasileira: uma outra; nova história. Curitiba: PUCPRESS, 2017.

PERROTTI, Edmir. O texto sedutor na literatura infantil. 1ª ed. São Paulo: Ícone, 1986.

REZENDE, Maria Valéria. Ouro dentro da cabeça. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012.

______. Outros cantos. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2016.

______. Um dedo de prosa com Maria Valéria Rezende. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=LVEBYSILQKk&t=218s Acesso em: 31 jan. 2019.

ROBLEDO, Beatriz Helena Robledo. El arte de la mediación: espacios y estratégias para la promoción de la lectura. Colombia: Norma Editorial, 2009.

SOUZA, Raquel Cristina de Souza e. A ficção juvenil brasileira em busca de identidade: a formação do campo e do leitor. 2015. Tese de Doutorado. Rio de Janeiro – UFRJ.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016B2 - ÁREA DE LINGUÍSTICA E LITERATURA

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo: