O CONTEXTO NORDESTINO NOS CORDÉIS O BALÃO DO DESTINO OU A MENINA DA ILHA

Luciana Almeida dos Santos, Verucci Domingos de Almeida

Resumo


A literatura de cordel possui um histórico cultural que abrange desde a poesia oral até os folhetos impressos que tratam de romances, pelejas, acontecimentos históricos, tragédias, narrativas fantásticas sobre reinos, príncipes, princesas, fadas e bruxas, entre outros. Os folhetos, embora sejam considerados universais, apresentam aspectos caracterizadores de uma realidade particular, muitas vezes marcada pelo contexto nordestino, local onde a literatura de cordel se consolidou no Brasil. Os cordéis O balão do destino ou a menina da ilha, apesar de tratarem de uma história de amor situada em um reino, remete ao imaginário do povo nordestino, ao retratar, sobretudo, os costumes do seu povo e sua religiosidade. Os valores morais e éticos do povo do nordeste também permeiam este folheto. O cordelista regionaliza alguns elementos presentes na narrativa, a fim de aproximar o leitor/ouvinte do universo da literatura de cordel.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016B2 - ÁREA DE LINGUÍSTICA E LITERATURA

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo: