MÁRIO DE ANDRADE E OS MODERNISTAS EM MINAS GERAIS NO RECONHECIMENTO DA TRADIÇÃO PARA A IDENTIDADE NACIONAL BRASILEIRA

Olívia Maria Mathiasi Horta

Resumo


Este artigo tem como objetivo destacar a importância da tradição para o estabelecimento da identidade nacional brasileira a qual foi um dos fatores relevantes de ruptura a fim de que o Brasil se inserisse no panorama internacional como mais um país de cultura própria. Há um destaque para Mário de Andrade, que foi um grande estudioso e motivador do movimento modernista. Em 1919, viaja a Ouro Preto pela primeira vez com o propósito de encontrar as características autenticamente brasileiras e retorna a Minas Gerais, juntamente com os modernistas paulistas em 1924, a fim de descobrir as origens da nacionalidade para se construir um país moderno. Para o desenvolvimento deste trabalho, os dados foram coletados por meio de levantamento bibliográfico, com revisão de artigos, teses, dissertações e livros que têm relação com o tema proposto. O resultado foi a constatação de que Mário de Andrade foi um grande preceptor para a descoberta, em Minas Gerais, da identidade nacional brasileira.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

QUALIS/CAPES - quadriênio 2013-2016B2 - ÁREA DE LINGUÍSTICA E LITERATURA

 

Indexadores de Base de Dados (IBDs) 
Bases de periódicos com texto completo: